DESTAQUES

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Oração de uma criança abandonada. - Carlos Conrado


Oração de uma criança abandonada


Querido Papai do Céu,

Não sei se o senhor tem barba

Mas sei que não é igual a eu.

Queria estar contigo agora

Pois aí deve ter pão de sobra

E um lugar coberto neste céu,

Para eu me deitar quando estiver cansado,

Nestas nuvens parecidas com algodão.

Senhor por ti junto minhas mãos

E peço sabedoria de gente grande.

Papai do Céu eu quero

Que eu e meus irmãos possamos

Ir a escola e deixar

De pedir esmola para sempre.

Dizem que o senhor

Ama todo mundo, que não rouba e nem mente,

Por isto vou te amar.

Não tenho muito a te oferecer,

Mas mesmo que eu continue nas ruas,

Eu vou te honrar e agradecer

Pois tu és o meu super-herói!...

Senhor se eu me comportar

Talvez eu ganhe mais

Que uma bicicleta, talvez

Eu ganhe um lar.

Querido Papai do Céu

Abençoa todo mundo.

Dá-me uma mãe para amar,

Um peixinho e um cachorro

E diz a quem precisa escutar,

Que o amor não é só namorar.

Carlos Conrado 12/11/09

2 comentários:

  1. Que lindo Conrado, você sempre surpreende, seja pela força ou pela sensibilidade, sua poesia vai de um extremo ao outro; vamos desejar juntos que todos escutem o pedido do menino, amar é muito mais que apenas namorar...

    ResponderExcluir
  2. Que Deus abençoe,proteja, e dê de um lar a esta criança,
    porque ele não só merece, como precisa !

    ResponderExcluir