DESTAQUES

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Lançamento da Kombi foi um sucesso!


O poeta baiano Valdeck Almeida de Jesus e Carlos Conrado baiano residente em Aracaju/SE, lançaram nesse dia 15, no Centro de Cultura Casa Rua da Cultura de Aracaju, o livro de poesia e prosa A Kombi. Na oportunidade, foi feita uma homenagem póstuma ao escritor mineiro Luiz Lyrio, que tem trabalhos publicados em Aracaju.


O grupo de teatro Stultifera Navis dirigido pelo Diretor do Centro de Cultura, Lindemberg, fez uma apresentação com colagens de vários textos e poemas do poeta Luiz Lyrio, falecido recentemente.

Estiveram presentes, dentre outros, os próprios autores Valdeck e Conrado, Sônia Carvalho - Diretora da Biblioteca Pública Estadual Epifânio Dórea, Cymar Gaivota, Lucas da Hora, Luíse Moranguinho e Sandra Stábile que viajaram de Salvador em caravana para prestigiarem o evento.


Entre uma apresentação e outra, o grupo de teatro residente, sob o comando de Lindemberg, apresentou uma performance do poema que faz parte do livro A Kombi. “Deus tem um plano em sua vida”, de Valdeck Almeida, na praça em frente ao centro cultural.


Os poetas Valdeck Almeida e Carlos Conrado, abrilhantaram a noite com seus poemas, sendo acompanhados por demais poetas presentes como Cymar Gaivota, Lucas da Hora, a poeta e cordelista Gigi e outros tantos.

A parte musical ficou por conta de Betto Vidall e várias participações dos atores, atrizes, poetas e convidados presente que não resistiram e deram uma palhinha.

O livro “A Kombi de prosa e poesia” é composto de textos de Valdeck e Conrado, que resolveram fazer um trabalho em conjunto, não só para celebrar a amizade de longas datas, como também para fazer um casamento da produção dos dois artistas da palavra. Apesar de não terem sentado para escrever, nem terem determinado um tema específico, os textos da obra são uníssonos, dado às posições e pontos de vista dos escritores que, apesar de residirem em estados diferentes, vivem realidades semelhantes. A edição se esgotou no próprio dia do coquetel, forçando aos autores encomendar mais exemplares. Livros dos poetas foram doados ao centro de cultura e ponto de leitura Ilma Fontes, a fim de oportunizar aos leitores da capital sergipana acesso a literatura de boa qualidade.


Na opinião de Conrado, “os laços entre Bahia e Sergipe tendem a se estreitar através de eventos como este”, já sugerindo um evento anual que possivelmente se chamará Encontro entre Autores Baianos e Sergipanos, que tem previsão para acontecer no mesmo espaço Casa Rua da Cultura em data a ser definida. Para Valdeck, estar em Sergipe e se sentir em casa é uma prova de que o povo dos dois estados não só falam a mesma língua, como também compartilham do mesmo gosto pela literatura regional.



- Cymar Gaivota

Poetisa e estudante de Jornalismo

Salvador/BA.



Nenhum comentário:

Postar um comentário