DESTAQUES

sábado, 3 de abril de 2010

Eu sou a Loucura



"Eu sou a Loucura"

Eu sou a Loucura mãe da Revolução, quando nasci não interessa, pois não é para isso que vim. Conheço e condeno todas as forças que lutam contra mim. Sou o elo que liga os homens aos outros deuses. Sou a incentivadora de todos os ideais. Sou o retrato da coragem! Ao contrário da Razão-Equilibrio que é uma senhora derrubada e medrosa. Sou poderosa e estou em tudo e em todos. Sei fascinar sem precisar usar esta casca que me reveste. Sou pura, boa e completa. Sou dona da liberdade, sou sua amante... Não sou a favor do termo esquizofrenia usado para taxar alguns dos meus queridos filhos, pois não vejo democracia no uso de tal! Quando me sinto ofendida, uso minha máquina de ilusões para criar a guerra e também o pesadelo. Acusam-me de ser egocêntrica, e sou! O mundo deve caber na minha mão e não o contrário!... Essa é uma das lições sagradas que passo aos meus queridos filhos e neófitos. Não sou atriz, não sou a favor da mentira. Minha vida extrema é uma realidade!... Sou a ascensão do juízo e não sua falta!... Sou a inspiração do poeta e do artista. Sou bandida e mocinha, sou o quê quero ser!... Sou a voz da surrealidade pintada por Dalí. Sou a única que possui o direito de se contradizer. Sou a modelo que veste o manto de apresentação de Artur Bispo do Rosário... Sou a produtora de todos os filmes rodados e não rodados. Sou aquela que atormenta Hamlet. Sou o espírito livre adorado por Nietzsche, por tanto, não pensem e nem tentem me prender! São tolos aqueles que pensam que podem me controlar, drogam a matéria que me guarda com Diasepam e Gardenal, seus efeitos não duram muito, e logo acordo o corpo que agora está numa ressaca dos diabos! Nós, prontos para dar a cara à tapa outra vez e zombar daqueles que nos querem tanto mal. Eu fui a companheira fiel do Raul, Hendrix, Curt e Janis. Eu fui e ainda sou uma popstar!... Sou uma deusa e o meu lar é todo o universo... Ganhei liberdade para falar graças ao meu filho Erasmo, que dedicou muito da sua energia para lubrificar minhas cordas vocais, afim de quê o meu canto narcisista prossiga. A minha vitalidade; meus sentimentos honestos; meus instintos; a minha simplicidade (ao meu modo e conceito), são expressões que deveriam ser adoradas como símbolos sagrados!... Adoram a Cristo, um dos meus neófitos mais fiéis, porque não me adoram também? Devem acima de tudo e de todos me adorar!... Nobre filho Conrado, invista mais na projeção da sua voz, pois a nossa verdade necessita da sua energia para ganhar os horizontes da consciência deste povo que sempre busca nos ignorar, mesmo sabendo que dentro deles corre o nosso DNA.



Carlos Conrado

7 comentários:

  1. Cara,se eu comentar estraga!Mas preciso!
    Bah!Putz!Nooossa!Caralhooo!Foi teu texto que mais gostei!Simplismente MARAVILHOSO!!!ESPLÊNDIDO!!!DIVINAL!!!

    ResponderExcluir
  2. http://gui-divulgacaodeespetaculos.blogspot.com/p/textos-e-poesias.html
    UM GRANDE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  3. Escrever o que desta postagem? Que é uma "LOUCURA"?Que assim seja, pois já escreveu toda ela...parabéns.Vamos contaminar a humanidade com mais doses desta loucura!É extremamente necessário...

    ResponderExcluir
  4. "Sou a ascensão do juízo e não sua falta!"
    Fantástica essa frase!

    ResponderExcluir
  5. velho esse texto ai é mto foda ...achei por mera coincidência ou terá msmo sido coincidência ja q estas palavras se encaixaram tão bem com oq venho vivendo...comecei a ler achei grande depois n consegui parar parabenss

    ResponderExcluir
  6. Putz, sem comentários....
    parabéns , muito foda...

    ResponderExcluir