Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Por onde andam as emoções

Por onde andam as emoções

Lanças nos perfuram o tempo todo!... Não choramos, não gritamos, não demonstramos a dor... A verdade é que não temos tempo para coisas que consideramos supérfluas. Somos tais quais astronautas de mármore. Viajamos apenas em nós!... As emoções não são nossas. São visitas inesperadas as quais, aprendemos a bater a porta na cara... a solidão do nosso ego é algo caro que não pretendemos desperdiçar.
Estamos construindo um universo onde não precisaremos trabalhar. As máquinas farão todo o serviço!... Este poderia ser o nosso presente e futuro se não houvesse, uma minoria de seres capazes de rir e chorar.

Carlos Conrado

Os frutos do amanhã

“Os frutos do amanhã”Ter discípulos não é uma eventualidade, é uma necessidade. O tema da arte muito me instiga a percorrer com ela os caminhos que nos levam a sua suposta identificação. Suposta porque é uma ilusão nossa acreditar na existência de sua definição. Assim como a razão, posso dizer também que a arte é filha do plano abstrato. Ela é uma essência, ela é uma força divina. Os produtos que tanto admiramos são resultados dos seus esforços. Que Nietsche não me ouça pois não quero ser mais um condenado pelo seu martelo. Assegurado de algumas provas, posso, a meu ver, afirmar que todo ser é provido de criatividade. São diversas as técnicas em que esta transparece a sua presença. Alguns homens se destacam por investirem a fundo no aprimoramento deste dom universal. Cada um a seu ritmo na busca pela evolução. Houve ao longo de nossa história homens que, tomados pelo egocentrismo carregaram para os seus túmulos, grandes descobertas e estudos do aprimoramento deste “fazer arte”. Indign…

Sobre o conflito na Faixa de Gaza

Sobre o conflito na Faixa de GazaDe quem é a culpa?...Dos israelitas ou palestinos?Dos mulçumanos ou dos judeus?De Alá ou Jeová?...Onde está escrito: “Fazei carnificina”? No Torá ou no Alcorão? Que importa isto tudo para um ocidental cristão?...E os inocentes, quem são eles? Crianças que brincam com pipas, que brincam com fuzis, que brincam com o ódio sem saberem o porquê; As mulheres que honram seus compromissos, maridos, seus filhos, seu deus e mesmo assim são discriminadas; os homens, fiéis que crêem em Alá, em Jeová, em um porvir digno dos seus esforços. Homens revestidos por bombas, armados até os dentes, fazendo valer à voz do Supremo. Homens designados a matar para por ordem nas suas casas, suas terras e no mundo. Tudo porque o deus que acreditam solicitou que os fizessem. Mas desta forma?...Será mesmo que ele pediu para que tudo isto acontecesse?...O que será que ganham agindo assim? Respeito? A Graça do seu deus? A paz?... Tais valores não são adquiridos pela pólvora e sangue…