DESTAQUES

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Imagens nas mãos do Deus-Universo


Imagens nas mãos do Deus-Universo

As mãos do Criador estão chorando...
Desígnios iludidos sobrevoam
O espírito da grande tragédia.
Fausto brinca com as máscaras do amor,
E beija em êxtase profano os lábios do Futuro.
A Esperança é uma velha caquética,
Definhando a sinfonia de uma nobre orquestra.
Guardando as sujeiras do mundo
Em seu enegrecido sobretudo.
O criador ver tudo!...
Ela, a senhora que mal se sustenta,
Percorre em passos curtos
O proscênio encrustado no hemisfério direito
Do onisciente e onipotente cérebro.
Hamlet é o alterego da Felicidade,
Filho de um arquiteto de sonhos
Com a senhora Verdade.
Rebelde sem manifesto, um neo anarquista violado,
Herói sem glorias... Tal qual a Humanidade!

As mãos do Criador continuam chorando...

Nos ouvidos deste poeta ecoam zunidos de repúdio.
Logo percebo, o Deus-Universo ensaia a sua ira sobre o Todo e o Tudo.
Reminiscências dos detratores do seu soberano reino
São esmagadas pelas mãos que enfatizam
A fúria divina como produto antecessor da paz.
A vida é o abrir e fechar das mãos do Deus-Universo.

-Carlos Conrado

Nenhum comentário:

Postar um comentário