Cadeado


Quero além do teu corpo
Desnudar a tua alma e espírito.
Quero provar que o prazer
É uma entidade cósmica.
Faremos gozar as estrelas,
E o sol perder a libido.
Quero provar tua flor de lótus,
Assim como provei a flor do universo.
Quero teus negros olhos
Nos meus cristalinos.
Quero violar tua fenda
E roubar teu sulco sagrado.
Quero te prender em mim,
Pois sou cadeado.

-Carlos Conrado


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.